Thursday, June 14, 2012

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini - In memoriam

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini


Faleceu ontem (13 de junho de 2012), dia de Santo Antônio de Lisboa, de Coimbra, de Pádua e do Mundo inteiro, vítima de embolia pulmonar, no Hospital Stella Maris, em Guarulhos, o Bispo Emérito daquela Diocese, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, que foi sepultado hoje à tarde, na Catedral de Nossa Senhora da Conceição de Guarulhos.

Nascido no município paulista de São João da Boa Vista a 20 de maio de 1936, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini foi ordenado sacerdote em 29 de junho de 1959 e apontado Bispo de Guarulhos aos 04 de dezembro de 1991, permanecendo em tal cargo até o dia 23 de novembro de 2011, quando foi sucedido por Dom Joaquim Justino Carreira.

Como todos bem sabem, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini se notabilizou pela luta em defesa da vida humana e contra a chamada “cultura da morte”, assim como por haver denunciado o autoproclamado Partido dos Trabalhadores (PT) como agremiação política que sempre pugnou pela descriminalização do aborto, sendo, com efeito, graças a tal denúncia, depois endossada pelo Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e por diversos bispos de diferentes regiões do País, que tivemos o segundo turno nas últimas eleições presidenciais e que a Presidente Dilma Rousseff, que sempre foi abortista, se comprometeu a não descriminalizar o aborto. Ainda em função de tal campanha, foi Dom Bergonzini eleito, pela revista Época, um dos cem brasileiros mais influentes em 2010, e a Igreja Católica Apostólica Romana foi considerada, no último trimestre daquele ano, a segunda instituição em que o povo brasileiro mais confia depois das Forças Armadas segundo o ICJBrasil (Índice de Confiança na Justiça), produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas.

Oremos pela alma de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, o “Leão de Guarulhos”, destemido servo de Deus que tanto lutou em defesa do Evangelho e dos Direitos Naturais da Pessoa Humana, sobretudo o mais fundamental deles, que é, como bem sabemos, o Direito à Vida. Que a alma deste bravo legionário de Deus descanse em paz pela misericórdia divina e que o Altíssimo suscite, em nosso Brasil, homens de sua têmpera, religiosos ou não.



Por Cristo e pela Nação!

Victor Emanuel Vilela Barbuy, Presidente Nacional da Frente Integralista Brasileira.
São Paulo, 14 de junho de 2012-LXXIX.

1 comment:

Claudio said...

Já vai tarde, escória!!